Pesquise no Blog do Boratrampar!

Os 5 Primeiros Passos Essenciais do Empreendedor

Postado em 02/10/2017 - Texto de Diego Alves


Categoria: Empreendedorismo


Os 5 Primeiros Passos Essenciais do Empreendedor

Você já pensou o quão difícil é empreender? Pensou nas duzentas mil coisas que passam em nossa cabeça até tomar uma decisão dessas?

O passo inicial(1) é você acreditar muito no que quer. É confiar no que você quer investir e tornar isso um negócio de fato, algo palpável e vendável, afinal, você precisa começar sendo um bom vendedor, mostrar porque você acredita no seu produto, e porque as pessoas devem comprá-lo. Lembre-se, produtos podem ser criados por qualquer um, mas você deve tornar o seu diferente e especial.

Espera aí! O passo 1 e meio: Não dê ouvidos as pessoas que não estão engajadas com você no projeto. Não ouça a platéia crítica que desmotiva, que joga tomate e que diz que não vai dar certo, pois essas pessoas só servem para te atrapalhar no meio do caminho, elas te negativam tanto que eliminam sua força e motivação, e isso é essencial para você dar certo.

A segunda coisa que pensamos é no quanto isso é assustador, e é mesmo, pois as condições para se fazer isso são difíceis. Você acha que vai abrir uma empresa rápido e aí depende de uma burocracia grande para criar a razão social, são quase 30 dias de inscrições e protocolos, além disso, se houver qualquer probleminha na sua inscrição, seu pedido inteiro é indeferido e você volta para o final da fila. A questão tributária também é complicada, pois você paga um valor de impostos alto e sabe que o retorno disso é muito baixo, e isso é desolador, porque se tivéssemos retorno adequado não seria um fardo a carga tributária. Se você vai contratar, você paga caro pelo colaborador, e para chegar ao ponto de equilíbrio, você irá precisar vender mais e mais, e isso nos leva ao terceiro passo:

3º Passo: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: O nome é bonito, de verdade, mas as pessoas não fazem. Imagine, se nem grandes empresas conseguem atingir um Planejamento Estratégico de verdade, porque você irá buscar um? Porque essa é a ferramenta que garantirá sua sobrevivência no mercado. Você precisa estruturar muito bem isso, e deve começar pelo seu desenvolvimento de produto, que é o que vai vender e como vender e as ferramentas que precisará para esse objetivo. Depois, o financeiro junto com o produto, pois você precisará traçar o ponto de equilíbrio para manter seu negócio vivo e garantir o retorno do investimento.

Ah é! Retorno do Investimento...

Por que o Retorno do Investimento? Porque você vai investir um capital inicial, seja 5, 10, 20, 50 ou 100 mil reais, e esse dinheiro deve retornar para garantir que seu negócio tem lucratividade. E para tanto, você deve traçar como você deseja que ele retorne. Se você vende mercadorias no varejo, você tem que desenvolver uma margem que pague suas contas, seu salário(pró-labore) e ainda retorne o investimento do negócio e então você poderá realizar junto a uma pesquisa de preço, o tempo que necessitará para se pagar. Se 6 meses, um ano, ou mais.

PESQUISE, PESQUISE E PESQUISE (ah, esse é o QUARTO PASSO)

Preço, mercado, compradores, práticas de concorrentes, feedback do público, tudo que puder. Empresa que não se reinventa, não cresce e se torna preta e branca. As empresas devem ser coloridas, ter vida, sem colaboradores apáticos, lembre que colaboradores refletem a cultura empresarial e se eles não estão bem, é sinal que o negócio não está sendo tão bem conduzido. Por mais que se fale em salário, o bem estar no trabalho pesa mais na retenção e engajamento do colaborador.

Você não precisa praticar o preço baixo se você tiver o VALOR mais alto

A citação ali de cima é o quinto passo, pois é uma frase muito interessante. Pois você pensa em Apple, Starbucks, Häagen-Dazs(amo esse sorvete) e esses caras NÃO PRATICAM O MENOR PREÇO, mas por que? Porque eles agregam valor ao seu produto, e as pessoas pagam o VALOR dele. Se você estruturar uma operação de venda, cobrança, logística, pós-venda e otimizar ela constantemente com ferramentas consistentes, você se tornará uma empresa de VALOR. E não fique dando desconto o tempo todo, senão você nunca será levado a sério.

E por fim, o mais importante de tudo. CONSELHO 5. Você não é o DONO, você não é o CHEFE, você não é o REI! Aprenda isso primeiro. Você é a pessoa que tem a luneta, você enxerga longe, você define a direção do barco porque também tem a bússola, mas você não dirige o barco, entendeu? Se você tiver tudo e for uma pessoa mediana com a sua equipe, clientes e parceiros, eles levarão seu barco para outro lugar, ou pararão ele no meio do caminho. Você deve ser superior, mas não superior em nível organizacional, ou em status, mas em postura, em relacionamento. Você deve ser nobre, deve tratar as pessoas muito bem sempre, deve tratar seu colaborador como um amigo ou um filho seu, e deve ser ÍNTEGRO o tempo todo. Seu concorrente não lhe incomoda, ele é uma referência, use ele para se reinventar ou para não repetir ações inadequadas da parte dele, mas não perca o sono ou se preocupe com ele. Ouça pessoas de outros negócios, busque parcerias, não seja ORGULHOSO, dono da verdade, nem o sabe tudo, tente se aliar com os mais fortes, pois quando a maré sobe, todos os barcos sobem junto.

Espero que você tenha gostado. Eu não tenho tempo de escrever textos longos assim, mas fico feliz de ter conseguido fazer isso agora.

Se você tiver aprendido algo com ele, sei que vai curtir e compartilhar.

Obrigado pela leitura e um abraço.

Meus vídeos aqui!

O Blog da minha empresa aqui!

 

Conheça o  Diego Alves no Linkedin.


Categorias